Menu Blog

Quem faz exercícios físicos para ganhar massa muscular ou está em busca de uma vida mais saudável, já deve ter ouvido falar do whey protein. Mas será que todos realmente sabem como esse suplemento alimentar funciona e a melhor forma de incluí-lo na dieta? Quem respondeu que não, poderá aprender agora mesmo sobre essa Proteína seguindo a leitura e vai conhecer seus benefícios para a saúde do corpo.

Muitas vezes, fazer exercícios de força e manter uma dieta para ganhar massa muscular, não é o suficiente para conquistar o corpo dos sonhos. Há diversos fatores que podem atrapalhar o ganho de massa magra, como a falta de nutrientes essenciais dentro do plano alimentar diário.

Nesses casos, é indicado fazer o uso de suplementação alimentar, como o whey protein, que é capaz de suprir as necessidades de Proteínas do corpo e auxiliar na manutenção da dieta.

 

O que é o whey protein e como ele age no nosso corpo?

O whey protein é a Proteína do soro do leite, obtida através do processo de criação de queijos. Possui um alto teor de aminoácidos em sua composição e, por isso, é considerado um alimento de grande valor biológico.

Normalmente, seu uso é indicado para obtenção de massa muscular, já que Proteína é a principal base para criar e sustentar os músculos.

Ao iniciar uma dieta para ganhar massa muscular, o profissional de nutrição avalia a necessidade de complementação alimentar com suplementos. Dessa forma, o whey protein é usado como um auxiliar e, nunca, como um substituto de refeições.

O whey protein contribui com o ganho de massa corporal, pois favorece um ambiente anabólico no corpo após os exercícios físicos. Quando praticamos atividades de força, os músculos ficam mais receptivos aos nutrientes, absorvendo Proteínas e Aminoácidos. Essa absorção é fundamental para garantir o ganho muscular de forma saudável.

 

Além de ajudar a ganhar massa muscular, o whey também pode agregar uma série de benefícios ao corpo. Confira alguns deles:

 

Além de promover saciedade, o whey protein possui Aminoácidos essenciais e BCAA, componentes que afetam diretamente os processos metabólicos de gasto de energia. Dessa forma, seu uso contínuo atrelado a exercícios físicos, favorece o controle e a redução de gordura corporal.

 

A  ação antioxidante do whey protein fortalece o sistema imunológico, combatendo os radicais livres. Além disso, por ser fonte de diversos nutrientes, seu uso moderado também está ligado a produção de anticorpos, principalmente de imunoglobulinas, que ajudam a proteger o organismo.

 

Um dos principais benefícios do whey protein é justamente melhorar o desempenho em exercícios físicos. Isso porque sua ingestão está ligada ao aumento de resistência, força e suporte na construção de massa magra. Junto de uma dieta adequada, o whey é capaz de aumentar o rendimento em todos os tipos de treino de força.

 

A glutamina, encontrada no whey protein, é um dos principais componentes usados pelo organismo em caso de dano ao tecido cutâneo. Além disso, o suplemento alimentar ainda possui outros aminoácidos, como metionina, prolina e lisina, estimuladores do processo de cicatrização.

 

Alimentos ricos em proteínas têm uma ligação direta com a saúde dos ossos. O leite, por exemplo, fornece cálcio e aminoácidos essenciais para formação e manutenção da densidade óssea. Quem não consome a quantidade ideal de leite, diariamente, pode usar o whey protein como alternativa para garantir a absorção desses nutrientes e construir uma densidade óssea mais forte.


 

Quais são os tipos de whey protein?

Outra dúvida muito frequente ao iniciar a suplementação com whey protein é sobre como escolher a melhor opção. Essa escolha vai depender de diversos fatores, como intolerância à lactose, necessidades nutricionais e, principalmente, objetivos pessoais.

Existem três tipos de whey protein no mercado: a proteína concentrada, a proteína isolada e a proteína hidrolisada. Cada uma delas tem características diferentes, que podem se adequar a diversos tipos de necessidades.

A principal diferença entre as três é o processo de fabricação, que pode incluir porcentagens maiores ou menores de gorduras, carboidratos e lactose. Para escolher a opção mais adequada à sua rotina e dieta alimentar, conheça os tipos de whey protein disponíveis:

 

Proteína concentrada ou whey protein concentrado (WPC)

Esse whey é composto pela Proteína intacta do leite e, por esse motivo, o mais completo e um dos mais procurados para a manutenção, a recuperação e o ganho muscular. É indicado para quem quer ganhar massa e investir um pouco menos, pois é mais acessível que os demais. O whey concentrado é abundante em BCAAs e glutaminas e sua composição inclui outros aminoácidos essenciais que não são produzidos pelo organismo.

 

Proteína isolada ou whey protein isolado (WPI)

Essa opção praticamente não contém lactose ou gordura, oferecendo a proteína quase que em sua forma pura. O grande diferencial desse tipo de whey é a absorção rápida, fornecendo aminoácidos essenciais imediatamente após o consumo.

Por esse motivo, a principal indicação é para que seja consumido logo após os treinos. Também é uma opção mais indicada para quem sofre de intolerância aos derivados do leite. Esse tipo de whey protein possui ainda duas formas de filtração: o Isolado Íon Exchange e o Isolado Microfiltrado.


 

Proteína hidrolisada ou whey protein hidrolisado (WPH)

A versão hidrolisada do whey possui Proteínas quebradas em partículas ainda menores que o whey protein isolado. Isso facilita a absorção, tornando-a ainda mais rápida após o treino físico. É a melhor opção para intolerantes à lactose, mas em função do seu processo de fabricação, seu preço pode ser mais alto.

 

Quando devo fazer o uso de whey protein?

Agora que você já sabe um pouco mais sobre o whey protein e como ele pode ajudá-lo a alcançar um corpo mais saudável, é hora de descobrir se esse suplemento alimentar é indicado para o seu corpo.

Se você tem uma alimentação balanceada e sua rotina diária não exige o consumo Proteínas, a complementação não é necessária. Mas quem possui uma rotina agitada, onde é preciso conciliar trabalho e exercícios físicos, pode precisar de uma suplementação, tanto para conquistar massa muscular, quanto para aumentar o rendimento nas atividades cotidianas.

Quando consumido de maneira adequada, o whey protein pode suprir as necessidades de proteínas do corpo, auxiliando em diferentes processos, como o ganho de massa muscular e a perda de gordura corporal. É isso que o faz ser tão popular entre atletas e praticantes de atividades físicas.

O ideal é buscar a ajuda de um nutricionista, que indique as quantidades diárias para o seu corpo e ofereça acompanhamento mensal para medir os resultados alcançados.


Gostou do conteúdo? Que tal conhecer a linha completa de whey protein da YourBest e encontrar a melhor opção para o seu corpo? Clique aqui e confira!




Gostou do post? Compartilhe

Leia também

Carregando Ambiente Seguro