Menu Blog

 

Quem pratica qualquer atividade física sabe a importância de manter treinos regulares para alcançar os objetivos. Muitas vezes, entretanto, a rotina de trabalho, os estudos e a vida social diminuem a disposição para realizar essas atividades e elas “ficam para depois”.

 

Há diversas formas de garantir mais energia durante os treinos. Você pode iniciar uma dieta com nutrientes específicos como açaí e guaraná, melhorar a sua rotina de sono, ou até mesmo utilizar o BCAA.

 

O que é o BCAA e como ele funciona?

 

Na tradução ao pé da letra, BCAA (Branch Chain Amino Acid) são aminoácidos de cadeia ramificada. Seu consumo está diretamente ligado ao ganho de massa muscular e é utilizado principalmente por fisiculturistas e atletas, podendo também ser usado por praticantes de esportes e atividades físicas em geral.

 

O BCAA também produz energia e constrói novas proteínas para o corpo. Isso porque é constituído por três aminoácidos essenciais que não são produzidos pelo organismo.

 

Como os aminoácidos do BCAA agem no organismo

 

Existem 20 aminoácidos extremamente importantes para o bom funcionamento e manutenção do corpo humano. Nosso organismo produz cerca de metade deles e a outra metade deve ser alcançada através de dieta e suplementos. O BCAA é composto por L-Valina, L-Leucina e L-Isoleucina, três aminoácidos essenciais.

 

Sua utilização traz diversos benefícios, tais como:

 
  1. Aumento de energia - O BCAA estimula e eleva a produção de insulina no organismo. Isso permite uma maior entrada de glicose nas células, o que fornece mais energia durante as atividades físicas.     
  1. Diminuição do efeito catabólico: O uso de BCAA abastece o organismo com os nutrientes necessários durante treinos com peso. Isso evita que o corpo retire aminoácidos dos músculos para suprir a demanda de energia, além da perda de massa muscular.    
  1. Ganho de massa magra: Em conjunto com uma dieta equilibrada e treinos regulares, o uso de BCAA aumenta a síntese proteica, o que gera ganho de massa magra.    
  1. Diminuição de dor muscular: O BCAA reduz a fadiga do corpo e recupera os músculos mais rápido. Isso faz com que as dores pós-treino sejam mais amenas.     
  1. Não engorda: Não é verdade que o BCCA engorda, porque ele possui poucas calorias e nenhum valor significativo de carboidrato, pois são aminoácidos de construção muscular. Sendo assim, sua ingestão não engorda e pode até auxiliar na perda de gordura.  

 

Assim como todo aminoácido, o BCAA não deve ser consumido em excesso. A ingestão demasiada pode causar problemas renais, trazendo desconforto e náuseas. Se agravado, o problema pode desencadear cálculos nos rins. Por isso, é sempre importante buscar orientação médica.

 

 

Tipos de BCAA: qual escolher?

 

 

O BCAA pode ser ser encontrado em cápsulas, líquido ou em pó. As três opções são vantajosas e devem ser escolhidas de acordo com o perfil do consumidor.

 

 

  • Líquido: Também é prático de consumir e tem absorção mais rápida que as outras duas opções. Costuma ser um pouco mais caro e ter uma concentração menor de aminoácidos.    
  • Em pó: De acordo com os fabricantes do produto, é a opção mais pura. Tem uma concentração maior por grama do que as outras duas alternativas, além de ser mais barato, o que significa um melhor custo-benefício.    

Agora que você já sabe para que serve o BCCA, que tal conhecer a linha de BCAA da YourBest? Clique aqui e escolha o melhor suplemento para o seu corpo.

Gostou do post? Compartilhe

Leia também

Carregando Ambiente Seguro